amor-animal

Amor Animal – O Remédio que Não se Compra em Farmácia

O AMOR ANIMAL está mudando o contexto de diversas pessoas que passam por diversidades. Em diversos locais a utilização de ANIMAIS no tratamento e reabilitação de pessoas já é comum.

Hoje em dia vivenciamos uma verdadeira humanização dos PETS, onde a participação deles nas nossas vidas tem se tornado cada vez mais forte e relevante!!!

Confira >>> ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO DIFERENTES – A INVASÃO

Olhando para esses fatos, notamos que o envolvimento com ANIMAIS voltado para o tratamento de pessoas não é algo recente.

Tratamento com Animais Não é Recente

1792- Primeiros Envolvimentos para Pessoas com Problemas Mentais

Os primeiros envolvimentos foram neste ano no Retiro York, centro clínico para pessoas com problemas mentais na Inglaterra. William Tuke, pioneiro no tratamento de doentes mentais sem métodos coercitivos, usava como reforço positivo a permissão dos seus pacientes para tratar dos animais do retiro.

1867- Tratamento de Pessoas com Epilepsia

Em Bethel (Bielfield, Alemanha), foi usado o mesmo método no tratamento de pessoas com epilepsia. Hoje em dia, em Bethel ainda é utilizado cuidar de cães, gatos, cavalos, e outros animais no tratamento dos doentes.

1944- Reabilitação de Aviadores

No ano de 1944, a Cruz Vermelha patrocinou um programa no Army Air Force Convalescent, em Pawling, Nova Iorque, em que os animais eram usados na reabilitação dos aviadores.

1948- Reeducação Infantil e Juvenil

Em 1948, o Dr. Samuel B. Ross fundou em Nova Cork, a granja Green Chimneys, que é uma das instituições mais prestigiadas a nível mundial, de reeducação infantil e juvenil através de atividades assistidas por animais.

1953- Livro “Psicoterapia Infantil Assistida por Animais”

Em 1953, o Dr. Levinson, escreveu o livro “Psicoterapia Infantil Assistida por Animais” onde relatava as suas experiências com o seu cão Jingles e com os seus pacientes mais introvertidos, que perdiam as suas inibições e medos graças à presença de Jingles.

O tratamento e ajuda através dos ANIMAIS em março de 2009 começou nos consultórios. A presença do cão favorecia a comunicação entre o psiquiatra e os seus pacientes.

1966- Centro Beitostolen: Centro de Reabilitação para Cegos

Em 1966, Erling Stodahl, músico cego, fundou o centro Beitostolen, na Noruega, para a reabilitação de cegos, onde eram usados cães e cavalos para a realização de exercícios físicos. Mas só a partir da década de 80 é que foram feitas pesquisas científicas relevantes que provaram o benefício para a saúde humana da interação com animais, tendo começado a ser utilizada como terapia nos Estados Unidos, Reino Unido e Europa Ocidental.

1981- Adultos com Problemas Psiquiátricos e Idosos Hospitalizados

Em 1981, Samuel e Elizabeth Corson começaram a usar a terapia com animais  em adultos com problemas psiquiátricos e em idosos em hospitais. Também verificaram que a presença do animal facilitava a relação do paciente com as outras pessoas presentes na sala, nomeadamente os terapeutas.

1981- Influência de Animais Domésticos na Pressão Arterial

Também em 1981, o investigador Aaron Honori Katcher, que estudava a influência dos animais domésticos na pressão arterial, verificou que a pressão arterial diminuía após a pessoa acariciar um cão ou um gato. Essa diminuição podia acontecer quando apenas era mostrada uma imagem de um cão ou um gato à pessoa. Katcher mostrou que doentes do coração que possuíam animais de estimação recuperavam a sua saúde mais rapidamente que outros doentes que não tinham. Katcher também achava que os animais de estimação aumentavam a longevidade e diminuía o aparecimento de doenças.

Década de 90 no Brasil- Primeiros Centros de Atendimento de Terapia Assistida por Animais

Também Michael Mc Cullach fez estudos com doentes com insuficiência cardíaca, desordens endócrinas, distúrbios gastrointestinais e diabetes. Viu que nestes doentes a presença de animais de estimação tinha efeitos positivos na diminuição da ansiedade, na socialização e na recuperação terapêutica. Na década de 90 no Brasil começam a ser implantados os primeiros Centros de Atendimento de Terapia Assistida por Animais.

O Que Tem Sido Feito?

Hoje em dia continuam a ser feitos estudos com o objetivo de melhorar técnicas para serem implantadas tratamentos e atividades que têm como objetivo melhorar a qualidade de vida do ser humano.

Um dos lugares que tem ganhado o coração de muitas pessoas é o  ZOOFOZ, onde sua missão é promover uma experiência através do contato com os ANIMAIS com uma dose de CONSCIENTIZAÇÃO, afim transformar vidas, o que com certeza é o cerne de toda a equipe da BICHO IDEALUma das coisas que mais nos emocionou, foi um acontecimento contado pelo mantenedor e proprietário Eduardo Foz, que em uma certa ocasião uma pessoa deficiente visual, ao acariciar um jacaré disse, “Esse é o animal mais lindo que eu já vi…”. Isso nos encheu de esperança de lutar e dar o nosso melhor ao levar conteúdos para você que quer um novo melhor amigo.

Então se você ficou curioso sobre o projeto lindíssimo realizado pela equipe do ZOOFOZ, visite o site deles zoofoz.com.br e agende sua experiência incrível com vários animais diferentes e promova um contato diferenciado com eles juntamente com sua família!!!

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO DIFERENTES são muito bem indicados para os diversos tipos de pessoas! Esses animais possuem suas peculiaridades que os fazem únicos e perfeitos melhores amigos.

(O tratamento e ajuda através dos animais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *