Alimentação da cobra

Alimentação de Cobra – Como Fazer o Manejo Correto

Na alimentação de cobra existem algumas regras com relação ao manejo que se não seguidas seu animal pode morrer! Então meu caro mancebo, bora aprender a fazer o manejo pós alimentação correto.

Observamos atentamente algumas pessoas que tinham cobras de estimação e como eles lidavam com o período de digestão delas.

Se você não sabe, muitas pessoas cometem o mesmo erro e acabam levando a sua cobra de estimação a óbito e tudo isso por pura leiguice, mequetrefice, mancebice e outros termos relacionados.

Digestão Mais Lenta

O que acontece com as serpentes em geral, é que elas comem suas presas inteiras e pela cabeça. Pois, se você não sabe os pelos, penas e patas etc, ficam voltados para o lado contrário a cabeça. Facilitando a vida da serpente ao engoli-lo.

Alimentação da cobra

E a dica para você é a seguinte meu caro jovem mancebo. Na alimentação de cobra, pelo fato dela engolir a presa inteira, existe um processo longo de digestão, diferente de um mamífero ou outro animal que ao ingerir o alimento o processo é “rápido” e você pode acariciá-lo ou segurá-lo no colo etc.

No contexto de uma cobra, você só pode executar o manejo, no mínimo, 5 dias depois dela ter se alimentado. Pois é necessário que o rato ou outro animal utilizado como alimento, tenha saído do estômago e ido para o intestino.

E você deve estar se perguntando:

“Porque tenho que seguir na risca essa regra de manejo?”

Problemas que o manejo incorreto pode causar

Então meu jovem mequetrefe a resposta é a seguinte, quando você executa o manejo em um período menos que 5 dias, o alimento ainda pode estar no estômago e o manejo indevido pode estimular o organismo do animal a regurgitar aquele bolo alimentar.

Se você tiver um pouco de cérebro para pensar e analisar a situação verá que o animal será vomitado de “ré”. Assim as garras e pelo do rato por exemplo, ficarão na posição exata para dilacerar e causar danos internos na serpente. Causando um estrago e te proporcionando uma experiência horrível além de muita dor de cabeça.

 

Como minha vózinha sempre dizia, “Melhor prevenir do que remediar!”. Nas minhas palavras, “Evitar o manejo pós alimentação, evita muita merda!”

 

Concluindo então meu jovem mancebo, não manuseie sua serpente por no mínimo 5 dias após sua alimentação. E caso você ainda notar que existe um volume depois os 5 dias, deixe-a quieta até que o volume na barriga dela diminua. Lembrando seu mequetrefe, não manusear a cobra de barriga cheia.

Se você curtiu o artigo compartilha com seus amigos mequetrefes e se não quiser compartilhar, tudo bem. To nem ai! Desde que você repasse a mensagem, nós ficamos felizes. O importante é que os animais não sofram por falta de conhecimento de seus donos.

Até o próximo artigo juvenilson.

Veja Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *